Sinopse

O Genée International Ballet Competition vai ter a próxima edição em Lisboa, uma competição com 86 anos de história que acontece pela primeira vez em Portugal.

Este evento, organizado pela Royal Academy of Dance (RAD), faz parte de um compromisso que visa dar grande visibilidade a estudantes de alto nível em dança. Esta competição tem lugar todos anos em diferentes locais. Genée 2017 é acolhido em Lisboa, cidade com uma extraordinária dinâmica cultural, e é certo que será uma experiência inesquecível, tanto para os candidatos como para o público.

Paralelamente à competição em palco, os participantes vão trabalhar de perto com um coreógrafo que terá um papel preponderante na criação de uma nova peça. Este ano, o coreógrafo convidado, César Augusto Moniz, vai criar dois solos especificamente para o Genée, com estreia na final da competição.

Para a competição deste ano a Royal Academy of Dance vai trabalhar com a parceira da Companhia Nacional de Bailado (CNB). Os candidatos vão ter oportunidade de ensaiar nos estúdios da companhia e os bailarinos da CNB ( Filipa de Castro e Carlos Pinillos) vão dançar na final, no dia 16 de setembro.


O Genée é um foco de atração para os melhores estudantes da RAD em todo o mundo, sendo que muitos acabam por entrar nas melhores companhias do mundo.
Mantendo aquela que é uma tradição, Valentino Zucchetti, medalha de ouro do Genée (Hong Kong, 2006) e primeiro solista do Royal Ballet, e a portuguesa Brígida Pereira Neves, bailarina no Tiroler Landestheater e  Genée alumni (Birmingham, 2003), foram nomeados como Embaixadores para a competição deste ano.

Desde o seu começo em 1931, quando a medalha de ouro Adeline Genée foi concedida a Felicity Garratt, a competição decorreu praticamente todos os anos. Desde 2002, o Genée aconteceu em diversos locais à volta do mundo incluindo Sydney, Londres, Toronto, Hong Kong e Cape Town.

SiteFacebook | Twitter | Instagram | Vimeo